Página Principal Adicione o  Portal da Póvoa de Varzim aos Favoritos E-mail: pvarzim@povoadevarzim.com.pt
    
Freguesias Galeria Multimedia Turismo da Póvoa de Varzim Fórum PVZ Informações Úteis Cidade Empresas do Concelho O Poveiro
AMBIENTE
BRASÃO
CIDADE
CLIMA
DEMOGRAFIA
FOLCLORE
FORAL
GEOGRAFIA
HISTÓRIA
LOCALIZAÇÃO
MAPA DA CIDADE
MAPA DO CONCELHO
ORIGEM
VISTA AÉREA
   
   
 
» Breve descrição sobre o clima do concelho
 

O mar influencia o clima do concelho que, ao longo do ano, apresenta uma temperatura moderada, muito húmida e grande valor de pressões atmosféricas, especialmente nas freguesias mais próximas do litoral. A temperatura média anual é de 13.8º, com amplitude térmica anual de 8.5ºC.

No inverno, a temperatura não é demasiado baixa, estando dependente das nortadas e do vento NE, que provocam um acentuado arrefecimento. Chove muito e os temporais que assolam a costa são originados por depressões atmosféricas. Os nevoeiros vêm do interior. Com a chegada da Primavera, a temperatura torna-se mais acolhedora e aparecem as "trovoadas de Maio". A água do mar apresenta-se mais fria. No litoral, as geadas são de pouca intensidade, contudo, surgem com alguma frequência nas terras do interior, principalmente nos meses de Abril e Maio, afectando as culturas.

Verão! Tempo de férias para uns, de canseiras redobradas para os pescadores e lavradores. Aos ventos oriundos do Noroeste, associa-se a agreste nortada, causando grandes incómodos aos banhistas e prejudicando os pescadores. É a estação mais seca do ano. A massa de ar quente e húmida, arrastada pelos ventos marinhos de Sul e Oeste dão origem ao nevoeiro que se instala apenas na zona costeira, especialmente na parte de manhã, para arrelia dos veraneantes que não podem usufruir das delícias da praia.

 
Praia da Póvoa de Varzim
 
A humidade, conduzida por estes ventos, refresca as culturas, mas acarreta alguns riscos pelas doenças e prejuizos que pode provocar. É a época das "mareadas", quando as marés-vivas arrancam o sargaço e o lanlam violentamente na praia. No Outono, o frio começa a fazer-se sentir, trazido pelos ventos Norte e Nordeste, aos quais se opõe os ventos predominantes: Norte (navegante, escova); Sul (chuviscoso, nebuloso, rasteiro); Este (corre costas, levante); Oeste (gaivoteiro); Noroeste (estudante, faz esquadra); Nordeste (caga burlota, prega calote); Sudoeste (invernoso, alimpa gatos); Sueste (bota gatos, morno).
 
in. "A Paisagem Poveira" de Júlio Borges
   
 
 
Página Principal
LIVRO DE VISITAS | VER LIVRO | RECOMENDAR SITE | TELEFONES ÚTEIS  | E-MAIL
© design e desenvolvimento: richardesign