Página Principal Adicione o  Portal da Póvoa de Varzim aos Favoritos E-mail: pvarzim@povoadevarzim.com.pt
    
Freguesias Galeria Multimedia Turismo da Póvoa de Varzim Fórum PVZ Informações Úteis Cidade Empresas do Concelho O Poveiro
AMBIENTE
BRASÃO
CIDADE
CLIMA
DEMOGRAFIA
FOLCLORE
FORAL
GEOGRAFIA
HISTÓRIA
LOCALIZAÇÃO
MAPA DA CIDADE
MAPA DO CONCELHO
ORIGEM
VISTA AÉREA
   
   
 
» Póvoa de Varzim - Cidade Milenária
 

Diversas tem sido as opiniões dos críticos acerca do título de Varzim, que esta cidade tem conservado desde a fundação da monarquia, contudo, deixando algumas tradicionais ideias - sem qualquer fundamento - transparece que a mais certa derivação da palavra Varzim, vem de UMA PEQUENA VÁRZEA, que nos nossos dias está completamente ocupada com edificações, sendo essa várzea - ao tempo - pertencente à freguesia de Argivai.

De assentos da época consta existir aqui o Lugar da Varzinha, donde deriva o nome PÓVOA DE VARZIM, há mais de mil anos povoação, e que antes de chegar a Cidade, conheceu as seguintes denominações:

 

- VILA EURACINI - 953
- VILA UERACINI - 1033
- VILA UERAZINI - 1061
- VILA UERACIN - 1206
- VARAZIM DE JUSAÃO - 1308
- BAJLYA DA POBOA NOUA DE VARAZIM - 1343
- VILLA DA POVOA DE VARZIM - 1514
- CIDADE DA PÓVOA DE VARZIM - 1973

 
De Várzea tenho a origem

Escritores sem crítica julgaram ser Cayo Varzinio (dizem uns ser este Cayo o que acompanhou à Galiza o corpo do Apóstolo S. Tiago, outros o negam com mais sólidas razões), o fundador da Vila, porém esta opinião é destituída de fundamento. Não consta de algum documento histórico a data precisa em que se lhe deu o nome de Varzim, o que se não pode contestar é, que já no tempo de El-Rei D. Dinis se chamava Varazim de Jusão, o que se vê claramente em duas cartas deste monarca - estas cartas em 1850 existiam no arquivo do Convento de Santa Clara de Vila do Conde e são datadas de 3 de Janeiro de 1305 - e desde então não nos consta ter sido alterado por ordem expressa de nenhuma autoridade e nem ninguém o contesta.

A PÓVOA DE VARZIM é uma cidade milenária. A sua existência está assinalada em documento de 26 de Março de 953 - carta de venda de «Villa de Comite» e de «Villa Quintanella» feita por Flamula Deo-Vota ao Mosteiro de Guimarães, na qual se refere «Villa EURACINI», futura «PÓVOA DE VARZIM».

Por foral do Rei D. Dinis de 1308, foi concedida «graça e mercê aos habitantes do regaengo de «Varazim de Jusão» - 54 chefes de família, alguns com apelidos ainda hoje usados - para que estes fizessem uma «pobra» sob condições de serem pagos ao Rei e a todos os seus sucessores, 250 libras anuais, pelos seus direitos.

Em 1514 os moradores da «poboa» obtiveram do Rei D. Manuel I um «novo foral», a verdadeira carta de alforria.

A «pequena bailya da poboa noua de Varzim» foi incorporada na Coroa e anexada à Comarca do Porto em 1537 e a partir dos princípios do Séc. XVIII, por acção do Corregedor Almada, ganhou feição de burgo urbano, não mais deixando de crescer e de se valorizar, até se transformar de velho burgo de pescadores na actual cidade, importante zona de turismo e uma das maiores e mais concorridas praias de Portugal. Talvez a mais antiga praia de banhos, pois já na acta da sessão camarária de 5 de Junho de 1776 se lê: «...muita gente que a ela vinha comprar peixe também aos banhos de mar».

 
   
 
 
Página Principal
LIVRO DE VISITAS | VER LIVRO | RECOMENDAR SITE | TELEFONES ÚTEIS  | E-MAIL
© design e desenvolvimento: richardesign